domingo, 23 de janeiro de 2011

Coração de vidro

Viver de resto é juntar os cacos de amor que ficam pelo caminho.
Há tempos venho notando que meu coração é um tanto de vidro,
daqueles que não suportam nem muito frio, nem muito calor.
Foi feito para viver na brisa de algum sol que está se pondo.
Mas perto de você é inevitável que ele rache.
E mais ao teu lado ainda, é inevitável que ele se quebre.
Porque, meu bem,
O calor do teu corpo no meu
es quen ta

4 comentários:

Yan disse...

Bravo, bravo. Muito bom mesmo, como sempre. Parabéns. Forte Abraço.

Yan disse...

Queria aproveitar o momento pra fazer um merchan mas acho que você vai gostar, dá uma olhada lá: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=109857187

Forte Abraço.

Clara Mello disse...

Quebrar o coração é sempre válido!

felippe_spinetti disse...

Sério, você escreve muito bem. Lindamente mesmo, cara. Parabéns :D