sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Falando de 'Grande Irmão'

Big Brother Brasil, oitava edição da fábrica de celebridades instantâneas!

Dessa vez sem sorteios, nessa edição a globo evitou riscos, nada de gente pobre e feia na piscina, a globo excluiu qualquer possibilidade da galerinha feia entrar no programa, tendo em vista as imagens e os dados sobre os escolhidos o programa, vai ser, mais uma vez, voltado para o erotismo barato, mas a alma do programa se revela quando a globo lança o conteúdo exclusivo, como os pacotes pay-per-view na TV por assinatura, o "BBB Só Para Maiores" que será exibido nas madrugadas e as câmeras exclusivas nos banheiros e na piscina da casa, para o deleite dos assinantes do portal Globo.com, mais ‘invasivo’ que nunca...

Os personagens da novelinha já foram apresentados, com média de idade de apenas 25 anos, eles exercem profissões tão díspares como as de modelo, ator, psiquiatra... Um quadro inverso à realidade brasileira, em que a perspectiva de vida é de 71 anos, negros e pardos representam 45% da população e em que a maioria das pessoas trabalha nos setores de serviços, na área agrícola ou no comércio, segundo dados do IBGE. Em um país em que a população oscila, cada vez mais, entre pessoas subnutridas ou com sobrepeso, o programa se apega à estética da mídia, escalando apenas integrantes de porte atlético.

Aqui no Brasil, onde a influência de um artista é determinada por seu tempo de exposição na mídia, mas não por sua contribuição cultural e a curiosidade sobre a vida íntima dos famosos não para de crescer, a ponto de tornar imperceptível o limite entre o público e o privado, o programa acaba elevando, de um dia para o outro, um grupo de anônimos à categoria de estrelas globais.

Ao público, pouco interessa que a fama destes personagens seja passageira, o bom é devorá-las, a digestão é rápida, mas logo é servido o prato seguinte.
Talvez, o "gênio" e diretor do programa; Boninho, aquele que se deixa flagrar em vídeo confessando o esporte de jogar ovos em prostitutas, merecesse uma resposta contundente do telespectador esclarecido. Desligue a TV.

Não me entenda mal, eu só não assisto, mas também não tenho nada contra o programa e menos ainda contra a Rede Globo. Muito pelo contrário, eu adoro esses prazeres primitivos, e por isso estou colocando as cartas na mesa. Tô pouco me fudendo se você ai que ta lendo assiste e gosta de BBB, mas uma coisa que eu não suporto é hipocrisia.
"Show da vida real" é o caralho!
( Eduardo Araújo )


Eles não são a cara do Brasil?

Não.

5 comentários:

lama do tibete disse...

Gostaria de saber se a equipe desse Blog iria caso fosse chamada para o cativeiro da casa.
E o comentarista Filipe ficaria no cativeiro?

André disse...

eu acho que tinha que ter um big brother só de mulheres, e um garoto na puberdade. Mulheres bem gostosas de variadas idades e etnias, e um menino de 13 anos. Seria show, esse eu compraria pay per view hahaha.

Yke Leon disse...

- Lama,
A 'equipe' do blog manda dizer que não iria caso fosse chamada. Não gosto da idéia de ser vigiado 24 horas por dia.
Quanto a pergunta ao comentarista Filipe, cabe aguardar a resposta dele!

- André,
de fato um Big Brother com essas características merecia um movimento pró-pai per view! hahaha

lama do tibete disse...

O Filipe ainda não respondeu minha indagação. Ele tem medo de mim?

Emanuella disse...

hahaha é verdade,não tem nehum pouco a cara do brasil, mais enfim eu adoro ve,acho muito divertido!

beeeijão ;*