sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Quando a mulher é mais bonita

  Existe um engano muito comum na maioria das mulheres, que é o de achar que a beleza nasce do esforço. Minhas caras, não se enganem. Equivocadas, entopem a cara e os poros com pós importados, que fazem companhia para outros tantos pós multicoloridos. No final, parecem vir de alguma peça de teatro Kabuki. Parem com essa ideia de achar que uma calça que sufoca as pernas e começa a nascer embaixo do cóccix é a realização da sensualidade. Não é!
   A beleza não mora no pó, no lápis, no batom e nem em coisa alguma desse tipo. A sensualidade não se fortalece em decotes extravagantes ou calças de cintura tão baixa que chega a mostrar até um ou outro pelo púbico. A beleza feminina não está aí.
   A mulher não é mais bonita quando coloca brincos enormes, salto alto e uma saia presa com cinto que quase beira o pescoço. Não é isso que faz a mulher mais bela.
   O que faz de vocês, mulheres, mais belas, é exatamente o oposto disso tudo. Não é o quanto se arrumam, mas o que deixam de fazer. A mulher é mais bonita quando usa calça jeans e uma blusa branca. A mulher é mais bonita quando prende o cabelo quando faz calor e deixa escorrer o suor pelo pescoço. A mulher é mais bonita quando ri de um jeito diferente e expõe seu pescoço. Poucas coisas são mais sensuais do que expor o pescoço enquanto o dedo passa pelo cabelo.
   Sinto pena daquelas mulheres que perambulam completamente enfeitadas, andando por aí feito árvores de natal. Mulheres, embora as revistas e programas de televisão queiram convencer-lhes disso, a beleza não existe no que se faz para parecer bonita.
   A beleza não mora na roupa cara, na maquiagem cara e nem no sapato caro. A mulher é mais bonita quando conta uma piada para os seus amigos. A mulher é mais bonita quando é carinhosa com quem não se espera que ela seja. A mulher é mais bonita quando é educada e sabe pedir a conta para o garçom sem parecer deselegante.
   A mulher é muito mais bonita quando não se acha bonita. E usa aquela blusa velha na sua frente, sem ficar com medo do que você vai pensar dela. 
  A mulher é mais bonita quando sua beleza não vem do que ela carrega em si, mas consigo. A mulher é linda quando sua beleza transborda de dentro para fora. Porque a beleza, mulheres, mora na despretensão.
                                                          Foto: Geoffroy Demarquet

8 comentários:

Antonio Marcos disse...

Mais uma vez: "de onde esse moleque tira isso..." Parabéns, estendido, aliás, ao miniconto de porcelena, uma pérola!

Bruno disse...

E ele escreve outro ótimo texto! Tudo o que consta no texto é a mais pura verdade sobre o assunto abordado. Às vezes, esse assunto foi tema de alguns debates entre nós, e te digo uma coisa, meu caro, se por algum instante ficamos em desacordo sobre o assunto, com este texto isto muda completamente. Parabéns. E só para não perder o costume: quando o cara é jornalista, agente vê de longe! Grande abraço, meu amigo.

RODRIGO BARROS disse...

Caríssimo, vou usar as palavras de um pensador brasileiro chamado Augusto Cury para "ilustrar" o que depreendi do seu excelente texto.
"Cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, desenvolva um romance com a sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida."
Cada dia você está escrevendo melhor! SUCESSO! SUCESSO!

Clara Mello disse...

Então sou muito bonita. hahahaha

Yan disse...

Concorde em genero, número e grau. Só pra não perder a amania de fazer comentarios cliches. hahaha .. mas sério, muito bom o texto mesmo e obrigado por mais uma vez escrever o que eu penso enão consegui escrever. =D Abraços Yke até a próxima.

Beto Passeri disse...

Esse teve endereço.
Parabéns, belo texto!

sindro disse...

Oi adorei os seus textos, quero que conheça meu blog de textos também, obrigado e beijo.

Camila "Bo-binha" disse...

Gordinho, iih, será que eu posso te chamar aqui assim? Bom, eu gostei muito do que escreveu, de verdade. Não costumo frequentar muito seu blog, mas esse texto foi um ótimo convite de "apareça mais vezes" hahaha! Concordo com tudo o que disse e parabééns!
Beijão