quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Tele-help-marketing.

Estar de férias é bom. O ruim é quando o mundo descobre isso e resolve te ligar.
A mulher ligou pra minha casa hoje e disse:
Boa tarde, posso falar com a Dona Maria Auxiliadora?
Não é daqui não.
Não tem nenhuma Maria Auxiliadora aí?
Dá vontade de responder: - Na verdade tem, eu é que gosto de fazer essas brincadeirinhas pelo telefone...
Pior que telemarketing, só telemarketing filantrópico. Ajudar crianças, idosos, pessoas com câncer, Aids, hanseníase e até refugiados do temporal de Santa Catarina.
Isso me fez lembrar uma mulher que ligou pra cá e disse que eu tinha que contribuir porque “amigos vizinhos” estavam contribuindo. O que eu tenho a ver com isso? Só porque eles doam eu tenho que doar? E quem diabos são “amigos vizinhos”? Como ela sabe quem é meu amigo e quem não é? Agora, além da lista telefônica, ela deve ter um perfil no Orkut também. Analisa quem te manda depoimento, recado e faz essas análises de amizade. Só pode.

2 comentários:

Julia disse...

Yke, vim aqui hoje te indicar um blog.. http://frenesibr.blogspot.com/

Acho que vc e o garoto que escreve ele têm muito em comum, vai gostar!

Beeijos

Emanuella disse...

Ah isso foi muito bom, li agora denovo e ainda morri de ri,'amigos vizinhos' e muito marcante, foi engraçadissimo ouvir vc contando imagino vc ouvindo isso! ahahhaa


beeijoos ;*