segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Você é fraca

Você tem medo e por isso foge. Foge agora para não ter que fugir de todos os pensamentos que invadirão sua cabeça depois. Foge para não ter que explicar para ninguém o porque do seu afastamento. Foge de mim porque acha que daqui a pouco estará fugindo de você e teme não saber achar o caminho de volta.
Você tem medo e por isso termina. Termina com medo de começar. Termina com medo de se envolver. Tem medo de tropeçar com a linha da vida. Tem medo que a linha da sua vida dê nó em outra e você não consiga mais desatar.
Você tem medo de pensar em mim mais do que em você. Tem medo de ligar, todo o dia, para perguntar obviedades. Tem medo de não conseguir estudar. Tem medo de não conseguir trabalhar. Tem medo de esquecer sua família. Tem medo de só pensar em mim.
Tem medo de perder a independência. Tem medo de perder a solidão. Tem medo de perder quase tudo.
 Luta contra o amor, com medo de se prender. Mais do que isso. Tem medo de não se soltar nunca mais.
___________________________
Medo de interromper o que recém iniciou, de começar o que terminou. Medo de faltar as aulas e mentir como foram. Medo do aniversário sem ele por perto, dos bares e das baladas sem ele por perto, do convívio sem alguém para se mostrar. Medo de enlouquecer sozinha. Não há nada mais triste do que enlouquecer sozinha. Você tem medo de já estar apaixonada. (Depois que escrevi, percebi-me fortemente inspirado pelo meu amigo Fabricio Carpinejar)

6 comentários:

Emanuella disse...

Perfeito! Sem mais... =))

RODRIGO BARROS disse...

Verdade, Yke, acredito que por trás do medo de amar está um medo ainda maior que é o medo de sofrer, de ser rejeitado, abandonado, e assim, por medo de não sermos amados, não amamos!
E será que vale a pena essa falsa proteção? Ou seria melhor enfrentar sem medo de um não, de uma expressão negativa, se é na negação que aprendemos como lidar, como viver?
A vida é um eterno risco, pode-se perder ou ganhar. Depende, basicamente, do seu espírito, do seu ponto de vista. Não há como evitar!
Não dá também para basear um relacionamento em algo que vivemos anteriormente. Serviu de bagagem, de carcaça, mas era outra situação social, cabalística, econômica, espiritual, tecnológica... Os tempos mudam e com eles mudam também as pessoas!
O medo do que poderemos vir a sofrer (se estivermos disponíveis para amar) nada mais é do que uma fantasia, já que pertence ao futuro.
Então a sugestão é que não se desista de se apaixonar pela vida, pelos sonhos, pelas pessoas e pelo direito de recomeçar e tentar novamente, seja com quem você está ou com alguém que ainda está por vir!

larissa disse...

Jesuus amado. Me arrepiei agora, Yke. Voce, incrivelmente, conseguiu passar para palavras não só o que eu to sentindo nesse exato momento, como tambem o que eu tenho sentido a muito tempo ! Incrível.. e assutador, sério. Ótimo texto, um dos meus preferidos. :)

Marcos disse...

É Yke! Se eu não te conhecesse ficaria espantado, mas como o conheço, mesmo a tão pouco tempo, porém apreciando muito sua amizade, mais até do que algumas amizades que trago de infância, apenas parabenizo-o! Você é, de fato, sem dúvida alguma, um rapaz incrívelmente talentoso! Parabéns meu jovem! Suas palavras são de impressionar qualquer um, haja visto em tempos de outrora Loureiro Neto e Lúcia Hipólito. Ah, e o nosso amigo Rodrigo Barros, postou o que sente por experiência própria, afinal, ele não é de ninguém, é de todo mundo (todo mundo => mulherada) e tudo mundo é dele também! Às vezes parece que pensa que não pode amar, ou que não quer e repudia isso, ou se priva, pra poder curtir a vida sem ser incomodado por "algum alguém", "alguém" esse que ele pode ainda não ter encontrado, é verdade. Isso é fato e nós sabemos disso, nós mesmos, eu, você e ele também. Pois é irmão, um abraço e mais uma vez parabéns! Sabe de uma coisa? Se eu me formar no curso e mesmo correndo muito atrás, um dia não conseguir realizar meu grande sonho que é ser locutor, pode ter certeza de que ainda assim eu me sentirei realizado, ao menos boa parte de mim, pois terei tido o prazer de conhecer pessoas excelentes e fazer delas grandes amigos, a exemplo disso, caras como você, Barros, nosso Dj Laurindo, Campista, entre outros...

Gabriela Chaves disse...

Sem palavras pra você. Esse texto ficou incrível, tão profundo, cheio de amor e com certeza medo, nossa, nem sei o que dizer, você arrasou ! É por isso que eu nem ninguém deixa de vir aqui ler seus textos e fazer elogios nos comentários, Parabéns, você está cada dia melhor e com mais inspiração, mais vontade de escrever :) beijos

Anônimo disse...

O pior medo é terminar. Pensa que ama outro e depois descobre, que na verdade esse segundo amor nunca existiu, foi um projeção !