quarta-feira, 3 de junho de 2009

Devaneando sobre nada.

Esse texto começou a ser escrito com o objetivo de ser brilhante, cheio de conteúdo, de modo que surpreendesse até a mais sábia das criaturas. Mas isso exigiria tempo, dedicação e um conhecimento além do alcance do humilde autor.
Portanto, vou me dedicar a escrever um texto sobre nada. Um texto que não tenha conteúdo e que não passe nada a quem lê. Um texto que fosse só um monte de palavras, que, embora juntas, não quisesse transformar a vida de ninguém.
Curioso é que escrever um texto sobre nada, é, não só inútil, como totalmente sem sentido.
Com esse texto eu não vou tomar o poder. Com esse texto uma revolução não vou fazer. Com esse texto eu não vou ganhar mais dinheiro. Com esse texto eu não vou mudar o Rio de Janeiro. Nada.
Lendo isso você não vai saber mais de mim. Você não vai saber meus gostos, nem de onde venho e nem, pra onde vou.
Esse texto começou a ser escrito com o objetivo de ser genial, mas no fim, acabou como todos os outros, um monte de palavras criadas pra te prender até aqui, a última palavra. Tchau!

2 comentários:

Felipe disse...

Conheço esse texto. hahaha

Emanuella disse...

Perfil do felipe ! ahahhaha