sábado, 31 de maio de 2008

O medo de errar.

Eu sei que quase sempre tenho uma opinião meio própria demais sobre algumas coisas. E uma delas é sobre o erro. Conversando com uma amiga sobre isso, ela me disse que 'ninguém gosta de errar na frente dos outros, que é normal você não fazer algo que possivelmente resulte em erro por vergonha de errar na frente dos outros'. Tudo bem, eu até concordo. E é sobre isso que eu quero falar, quando o erro deixa de ser uma tentativa de aprendizado e vira uma redenção, um castigo.
O problema não é quem não gosta de errar, e sim, quem não se permite errar. Explico: Quem não gosta de errar, faz o que tem que fazer mesmo sendo passível de erros; Já quem não se permite errar, não. Não tô dizendo que alguém tenha que ficar feliz por errar, não é isso. Estou dizendo que o aprendizado faz parte da vida, e só acerta quem já errou um dia. Logo, se você não se permite errar, deixa que a vergonha de errar na frente de alguém ou até na frente de si mesmo, você acaba não aprendendo. Ou aprende pela metade.
Medo de errar é coisa que vem com o tempo. Se não tivessemos nos permitido errar quando pequenos, não teríamos nos arriscado a pronunciar as primeiras palavras. Ou não daríamos os primeiros passos. Se não nos permitíssemos arriscar, não andaríamos de carro, ou nem mesmo chegaríamos a lua – não que eu tenha ido a lua ultimamente, mas foi por falta de vontade mesmo. Não deixe que a vergonha ou o medo te impeça de fazer o que se tem vontade. E nem tenha medo e vergonha de admitir que não sabe, logo, erra.
E por fim, aonde eu quero chegar com isso tudo? Só queria dizer que errar faz parte e nunca é bom, mas é necessário para o progresso. Por fim, não goste nunca de errar, mas não se envergonhe do erro e se permita errar sempre.
Afinal, se nascessemos perfeitos, não nos chamaríamos humanos.

3 comentários:

Emanuella disse...

Que isso consegui o primeiro comentario no mesmo dia! ahaha
Nossa esse post esta completamente certo, muito bonito,é o que falta hoje em dia mesmo é assumir os erros e nao esconde-los!

beeiijoos ;*

Julia disse...

O medo de errar vem com o tempo. é verdade. Dizem que a medida que a gnt cresce a gnt vai deixando de lado nossos medos, mas não o medo de errar .. esse parece que só aumenta. Como se a gnt nascesse com um estoque de coragem pra enfrentá-lo e fôssemos gastando ao longo da vida.
*suspiro*

Ai daquele que se deixa dominar por esse medo!

Felipe disse...

finalmente voltaram a postar nesse blog. =)
hahahaha